Segmentos › Construção Civil

Construção Civil

A construção civil é uma indústria, embora geralmente as pessoas não se deem conta deste fato, emprega mão de obra, aplica vários materiais, molda ao longo do tempo o produto final - a residência, o edifício, a sala comercial, a escola, o armazém e a ponte - e entrega ao consumidor (cliente contratante, adquirente ou proprietário). O que diferencia esta indústria de outras, é que cada canteiro de obra é uma filial da empresa, como centro de custos e gerador de numerosas atividades.

Como é sua característica a construção civil emprega massiva mão de obra, devido alguns processos ainda bastante artesanais. Estas empresas são grandes geradoras de postos de trabalho. Com emprego formal nas empresas regularmente constituídas e atuantes, atualmente estima-se estarem envolvidos em  construções em Santa Rosa aproximadamente 3.000 pessoas, mas considerando os postos de trabalho não formais em todas as frentes de reformas e construções, este total ultrapassa 4.000 pessoas.

Devido ao ciclo longo para a produção - uma obra leva meses ou até anos para sua conclusão, conforme seu porte - é preciso também bastante tempo para se evidenciar ao usuário a durabilidade, desempenho, qualidade e valorização, na comparação com outros itens de consumo mais imediato e frequente, como vestuário, calçados, alimentos, mobiliário e veículos, cujo ciclo de uso ou desfrute é breve.

Como contratar serviços de construção acontece em poucas oportunidades na vida, muitas vezes, é pouco avaliada e tomada pouca precaução sobre quem e a forma de viabilizar o investimento. Esta baixa frequência não oportuniza as pessoas exercer o cuidado de bem contratar. Costuma acontecer ao final, se a qualidade, segurança, beleza ou durabilidade, ficam comprometidas por ter sido a obra executada de maneira informal, o contratante fica prejudicado, pois, se o “empreiteiro” não satisfez a expectativa, pouca coisa há por fazer, porque as vezes, sequer será localizado ou, se localizado, não tem como responder financeiramente.

As empresas construtoras, buscam permanentemente atualizar e qualificar seus colaboradores para garantir a qualidade do que constroem, estão organizadas em torno de um sindicato patronal atuante - no caso desta região, o SINDUSCOM Noroeste do RS que enseja continuamente ações e atividades atinentes a defesa dos interesses das empresas sindicalizadas e que promovam o desenvolvimento empresarial. Também fazem parte da entidade, empresas fabricantes de móveis, indústrias cerâmicas, construtoras de redes elétricas e de terraplenagem.